quarta-feira, maio 18, 2011

DESEJO

Tenho um desejo sincero
Um desejo comum
Um desejo mistério
De nos encontrarmos e sermos um.


Tenho um desejo profano
Um desejo ilimitado
Um desejo quase cigano
Um desejo pecado
Desejo um pecado.


Tenho um desejo que me preenche às duas da tarde
Às onze da noite
Um desejo que me toma
E me pega de açoite.


Às vezes não sou apenas eu
Sou as mil faces
A personificação do desejo meu.


(Misunderstood)


•Ouvindo Agora: Use Somebody - Kings Of Leon

2 comentários:

Francorebel disse...

Use me, baby.

Felipe disse...

Excelente texto.

Seguindo.
http://felipereis1986.blogspot.com

Postar um comentário